📣 Jair Bolsonaro

📌 5 de fev. de 2018
Na edição do Programa Pânico desta segunda-feira (5), o deputado federal e pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSC-RJ) discutiu suas chances eleitorais e abordou temas como economia, saúde, segurança pública, liberdade de expressão e questões morais.
Bolsonaro afirmou “por Deus” que fará “a diferença” caso se torne presidente.
“O primo pobre está com chance”, declarou o pré-candidato, referindo-se a si mesmo.
Ele também mencionou que pretende se filiar ao Partido Social Liberal (PSL) após ter “100% de garantia” de que será escolhido como candidato, e contou com o apoio de “cerca de 40 deputados” que promovem uma política “sem o toma-lá-dá-cá”.
Bolsonaro ironizou a falta de suporte político à sua candidatura, dizendo: “Eu tenho algo que os outros não têm, eu tenho o povo”.
O deputado brincou sobre o fato de o PSL não ter tempo de mudar seu estatuto para se alinhar às suas ideias. “O estatuto não importa, o que vale é você”, afirmou.
Comentando sobre o tempo de televisão que poderá ter caso não consiga alianças, Bolsonaro disse: “Dez segundos de televisão é muito tempo. Vamos usar as mídias sociais também. Acredito que chegaremos ao segundo turno, e aí começamos do zero”.
Otimista, o parlamentar ainda brincou que, se a eleição for decidida no primeiro turno, “libera o povo de votar mais um domingo”.